NO ALTAR

  • Oratória: A arte de se falar em público. 
  • Retórica: A arte de bem falar. Argumentar; eloqüência.
  • Eloqüência: A força de dizer. A faculdade de dominar por meios das palavras o animo de quem ouve. Talento de convencer. Deleitar ou comover. Arte de bem falar.
  • Homilética: A arte de pregar sermões religiosos.

Apenas 7% das comunicações entre as pessoas ocorram por palavras em si. 38% da comunicação se dão através do tom de voz, e 58% da comunicação entre as pessoas se fazem através da fisionomia ou linguagem do corpo. A expressão facial, os gestos e os movimentos das pessoas definem muito mais o que elas estão dizendo do que as palavras em si. Repare por exemplo, num humorista famoso, com algumas palavras consegue fazer o publico rir.

O sucesso da oratória consiste na eficácia da persuasão. Envolver o publico. 

Cuidados e Dicas

  • Não colocar as mãos no bolso. O "corpo fala" através de gestos. Nossos gestos mostram o que se passa em nosso íntimo. 
  • Cuidado com os vícios de linguagem (né, tá, viu, etc.) 
  • Olhe para o público. Tente criar certa intimidade. "Cada pessoa tem que sentir que você está falando só para ela". 
  • Não conte piadas - contar piadas é prejudicial. Poderá causar risos, mas, e depois? Nunca use a piada para "dar graça" a sua matéria. 
  • Não comece com palavras vazias que demonstram falta de objetividade - palavras como: bem, bom, aí e então, não possui nenhum significado e ficam soltas, dificultando a conquista do auditório. Evite usar a palavra não, talvez, pode ser, não tenho certeza. 
  • Não usar chavões ou frases vulgares - Chavões do tipo "Amém?", "Diga: Graças a Deus", "Sim ou não?", etc. Colocam a sua pessoa como um simples imitador. Todo bom orador tem o seu próprio estilo. 
  • Aproveite bem o tempo, seja breve. Ninguém gosta de pregadores maçantes! Seja direto. "É muito difícil fazer um mau discurso de um discurso pequeno". 
  • Portanto, não canse o seu público. Ele vai ficar inquieto, vai começar a conversar, a levantar, e você vai ficar inseguro. O ex-presidente americano Lyndon Johnson costumava recomendar: "Saiam sempre no auge da festa".

Uso do microfone

  • Não toque ou enrole o fio nas mãos; 
  • Não bata nem limpe o microfone diante do público;
  • Analise qual à distância que você deve falar do microfone. Aconselhamos uns 10 centímetros;
  • Deixe o auditório ver o seu rosto. Deixe o microfone uns dois centímetros abaixo do queixo;
  • Fale sempre olhando sobre o microfone;
  • Não grite;
  • Movimente-se com moderação. 
  • Use várias tonalidades de voz.

Dicas gerais

  • Seja positivo 
  • Se prepare para pregar 
  • Chegue cedo, antes dos membros, para recepcioná-los; 
  • Sorria. 
  • Cumprimente a todos. 
  • Trate as pessoas pelo nome 
  • Olhe sempre nos olhos da pessoa quando ele lhe fizer uma pergunta 
  • Gesticule (sem exagero) 
  • Movimente-se (sem exagero) 
  • Fale de maneira modulada 
  • Evite apoiar-se em uma perna 
  • Use linguagem coerente com o nível das pessoas 
  • Saiba ouvir 
  • Cronometre o seu tempo de pregação 

APRESENTAÇÃO EM PUBLICO

A apresentação pessoal é muito importante. Sua credibilidade está vinculada ao traje. Havia uma propaganda que dizia: O mundo trata melhor quem se veste bem, e isto é uma grande verdade.
Apresentação de paletó e gravata: demonstração de poder.
Postura: sempre ereto, cabeça erguida.

QUE DEVE CONTER A PREGAÇÃO?

Duas coisas são básicas: 

  1. OBJETIVIDADE: O centro da pregação deve ser Cristo e não o pregador. Há pregadores que se perdem no púlpito. Começam a falar do amor de Deus, e passam a divagar sobre o Apocalipse, vão até Gênesis, aos profetas e, ao final, não sabem como sair do emaranhado de palavras. É preciso ter objetividade. 
  2. CONVICÇÃO: O pregador deve transmitir aquilo de que tem convicção, para que a mensagem seja aceita. Tem que viver aquilo que prega. 

O que você não deve fazer

  1. NÃO LEVANTE, NEM ABAIXE DEMAIS A VOZ. 
  2. NÃO SEJA MONÓTONO, MAS VARIE DE TOM. 
  3. NÃO GRITE. 
  4. NÃO EXAGERE EM PROVOCAR RISOS, TORNANDO-SE PALHAÇO. 
  5. NÃO ELOGIE A SI MESMO. 
  6. NÃO ILUSTRE COM NARRAÇÕES LONGAS. 
  7. NÃO CANSE OS OUVINTES COM SERMÕES LONGOS. 
  8. NÃO SE AFASTE DO TEXTO E DO TEMA. 
  9. NÃO CRAVE OS OLHOS NO CHÃO OU NO TETO. 
  10. NÃO FIXE O OLHAR DEMASIADAMENTE EM ALGUM OUVINTE PARTICULAR. 
  11. NÃO FIQUE RÍGIDO OU IMÓVEL COMO UMA ESTÁTUA. 
  12. NÃO COLOQUE AS MÃOS NA CINTURA E NOS BOLSOS. 
  13. NÃO FIQUE ABOTOANDO E DESABOTOANDO O PALETÓ. 
  14. NÃO USE NADA NO CORPO OU ROUPA QUE CHAME MUITA ATENÇÃO. 
  15. NÃO DÊ SOCOS NA MESA OU PÚLPITO. 
  16. NÃO EXAGERE EM TIRAR E COLOCAR OS ÓCULOS. 
  17. NÃO JOGUE A BÍBLIA SOBRE O PÚLPITO. 
  18. NÃO FIQUE OLHANDO O RELÓGIO TODO O TEMPO. 
  19. NÃO USE GÍRIAS OU PIADAS. 
  20. NÃO AJOELHE APENAS COM UM DOS JOELHOS. 
  21. NÃO DIRECIONE A MENSAGEM A ALGUÉM DO AUDITÓRIO. 
  22. NÃO SE DESCULPE POR NÃO ESTAR PREPARADO. 
  23. NÃO PROCURE IMITAR ALGUÉM. 
  24. NÃO SE EXPRESSE DE MANEIRA PRESUNÇOSA OU ORGULHOSA. 

BONS HÁBITOS NA PREGAÇÃO

  1. A pregação não é apenas o sermão: é também o pregador. Alguns maus hábitos podem comprometer o sermão. O pregador deve tomar cuidado para evitar tais costumes e maneirismo.
  2. Postura ereta. Não se deite sobre o púlpito nem se acorcunde.
  3. Cuidado com a aparência: O pregador descabelado, com barba por fazer, colarinho virado, sapatos enlameadas, meia verde?
  4. Cultive o idioma: A pregação é comunicação oral. Conheça pelo menos o seu idioma. É sua ferramenta
  5. Cuidado com regionalismo: "Bença, mucidade, cruis de Jesuis, dolze, dismo".
  6. Use seu próprio estilo: Seja você mesmo. Não copie. O uniforme de Saul não coube em Davi.
  7. Fale toda a palavra: Não engula os "r" e os "s" não engula as sílabas finais. Evite as sujeições "eles tão" ao invés de "eles estão".
  8. Aprenda a ler: Pratique a pontuação correta, dê entonação.
  9. Fale às pessoas: Olhe para elas. Paredes, bancos, teto e chão não se convertem nem aprendem.
  10. Fale com o corpo: Use expressão facial condizente. Evite a "cara de mau". Use ambas as mãos. Não oscile o corpo para trás e para frente. Tão pouco se levante constantemente na ponta dos pés. Evite o dedo indicador apontando para o ouvinte.
  11. Module a voz: Deve ser de acordo com a mensagem. Não é o grito. É a consistência e convicção.
  12. Evite os vícios de linguagem: - "né", "intão", "é interessante notar", "aí", etc.
  13. Evite chavões: Como acompanhar um sermão de 30 minutos com mais de 60 "aleluias" e "glórias a Deus?".
paradevepalavrassejavocêsemprepessoassobreevitecomoartefiquelinguagemfalarcomunicaçãopessoaatravéspregadorpregaçãomuito

João Misael Pagliarin

A palavra de Deus tem poder para curar, salvar, libertar os cativos.

12 Comentários

Sem foto
Odeth tchiquele da ascensão · 1 ano atrás

Gostei da página, quero fazer parte

Sem foto
Marco Antonio · 1 ano atrás

Boa tarde! Gostaria de saber do Pr. Pagliarin se há uma obra sobre esse título "A Arte de Falar Em Público" para pregadores. Sei que existe uma infinidade de obras, mas me refiro uma editada pelo pastor. Att. Marco Antonio

Sem foto
Antônio de Pádua Alves Moura · 1 ano atrás

Excelente, gostei muito.

Sem foto
jose augusto · 1 ano atrás

Gostei das dicas,é excelente, preciso aprender a me comunicar em publico.

Foto de Sergio Martins
Sergio Martins · 2 anos atrás

Excelente. Muito bom.

Sem foto
Isac de souza da silva · 2 anos atrás

amei esse estudo preciso de mais gloria Deus

Sem foto
Arivã Pereira Gois · 3 anos atrás

Estas dicas foram muito importante

Sem foto
Vando vieira dos · 4 anos atrás

Parabens muito bom !!!

Sem foto
Antonio amara da silva · 4 anos atrás

ótimo estudo, ficou claro e abreviado, muito fácil de entender.

Sem foto
Abel Marques Barros · 7 anos atrás

Foi agradável ler estas dicas. Bem haja.

Sem foto
Paulo Cruz · 7 anos atrás

Muito bom o estudo, de grande valia para nos que pregamos. obrigado!!!

Foto de Dandara Monteiro
Dandara Monteiro · 8 anos atrás

É realmete essas dicas são essenciais!

Escreva o seu comentário

Sem foto

Você pode gostar


Estudos Bíblicos

Pesca Maravilhosa

Pedro você quer os peixes, a benção? “Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar”.

por João Misael Pagliarin

Estudos Bíblicos

O segredo da prosperidade

Ezequias foi um bom rei, um homem reto. Agradou ao Senhor e a conseqüência disso: Deus o fez prosperar. Tudo o que fazia, para onde ele saia ou ia, Deus abençoava a Ezequias.

por João Misael Pagliarin